segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Here today, Gone tommorow

Estava a caminho de casa quando soube na rádio o despedimento, esta tarde, de Luis Filipe Scolari do Chelsea. Os mais resultados e as más exibições determinaram o despedimento, pelo Abramovich, do treinador brasileiro. Apesar de não morrer de amores pelo treinador brasileiro, ele eventualmente nem deve estar muito ralado com isto, porque irá receber uma indemenização milionária.


Se isto algra alguma gente, e entristece outros, há uma pessoa que provavelmente não deve estar a gostar muito disto: Carlos Queiroz. com Scolari disponivel, pode ser mais uma "espada de Damôcles" sobre ele, pois bastaram sete meses para que muitos ficassem com saudades do treinador brasileiro. Portanto, ele tem de ganhar já os jogos que aí vêm porque senão... Oi!