segunda-feira, 30 de junho de 2008

Hank, adorei este bocadinho

Acabou hoje à noite a primeira série do Californication. Vamos ser honestos: adorei cada bocadinho daquela série, não só as quecas que eles mandavam, mas também as situações embaraçosas que os protagonistas passaram. Ver a série só pela queca é apenas raspar a superfície. O que se encontra mais ao fundo é um homem em plena crise existencial, que descobre que tinha a mulher da sua vida, depois desta o deixar, e que se vinga em sexo sem sentido.


Identifico-me um pouco com o Hank Moody. De uma certa forma, ele tinha a combinação certa de felicidade, e a perdeu. E ele sabe que recuperá-la é uma missão quase impossivel. Mas se repararem, quando tinha isso tudo, era um cabrãozinho egoísta, que só se importava com aquilo que escrevia e menosprezava os outros. E claro, precebe pelos piores motivos, que nada está garantido. You can't always get what you want...



Agora, que venha a segunda série!

6 comentários:

Maryposa disse...

portanto, isso parece uma boa descrição do meu falecido... lol

Pall Mall disse...

Opá, se ele era assim, então tenho pena... só pensar em ti pelo lado do "buraco" e dos "montes", é muito redutor, não achas?


Já agora, costumavas ver a série?

Taberneiro disse...

esta série é simplesmente genial! o Homem é o MAIOR!!!!!!!!! ehehehe

Pall Mall disse...

Ainda bem que gostaste, Taberneiro.

Maryposa disse...

era mesmo pela parte do "cabrãozinho egoista"

n vi mas ja saquei. falta tempo. my kingdom for a little spare time, lol

Pall Mall disse...

Aproveitas as férias e o fim de semana para ver os 12 episódios aos bocadinhos...